terça-feira, 14 de junho de 2011

London – Last Day

Antes de iniciar este dia quero dixar claro que os “XXXXX” deixados no post anterior seriam trocados pelo nome correspondente mas o sono e o cansaço foram muito mais fortes....

Como não podia deixar de ser o clima não ajudou muito para os últimos passeios, mas turista que é turista se diverte até debaixo d’água!

Mesmo com o tempo chuvoso fomos ver a troca da guarda!

Antes de contar como foi a troca da guarda. Um momento "Wear, not Wear!"



P.S.: eu precisava me distrair enquanto nao iniciava.
-----

Achei que não teria muita gente devido ao tempo. Ledo engano! Estava lotado e quando se aproximou ao horário de início lotou mais ainda! Todos de guarda chuva, casacos (quem não morava em país frio, nós por exemplo).



Não via movimento algum até que um dos portões se abriu e verifiquei que já havia um grupo de guardas se aproximando. Devido a chuva estavam todos de poncho cinza, o que dificultou o reconhecimento do uniforme de camisa vermelha que vemos nas fotos tradicionais. Este grupo entrou, portões fechados, logo após. Vimos alguma movimentação no pátio interno e depois os portões se abriram e saiu um novo grupo de guardas. E esta foi a troca da guarda, simples assim.

Turista gosta de cada coisa..... Programa de índio! Mas recomendo ver num dia de sol q deve ser muito mais cheio de gente e divertido.

Dia de chuva, vento e frio.... então a saída era ir para um museu. O escolhido foi o Tate - http://www.tate.org.uk/. Muito interessante e de graça!!!! Ok, nem tanto assim. Eles pedem colaborações e eu não acho errado, porem eu já havia gastado dinheiro extra nas outras visitas então aproveitei a parte grátis!

E o caminho até chegar ao Tate?

Teria sido uma epopéia se estivéssemos na Grécia, mas estamos na terra da Rainha. Foi um evento quase igual ao casamento.

Pegamos o tube – corrigi o ato falho de ter chamado o metro de Londres como nos EUA. Obrigado pela observação, @rafaelaon. Saltamos, literalmente do metro na estação St. Paul. Realmente é verdade o que aquela voz fala – “Mind the gap!”. Se me contassem eu não iria acreditar!!!!

Ao sair da estação a chuva ainda estava lá... :/ (BORING!)

Andamos até a “Millenium Bridge” e atravessamos o rio com chuva, vento e frio. É o que eu disse no inicio, turista faz cada coisa... e ainda gosta! ;)

Momento fotos: precisava registrar a diversão de andar na chuva, atravessar pontes, ficar todo molhado e ainda sorrir para a(s) foto(s).





O Tate é enorme. Gostei muito dele mas esperava mais. Alta expectativa dá nisso. O que realmente me chamou a atenção foi a foto abaixo, a grande área aberta e coberta que ele tem, os quadros de Picasso e C. Monet!

Saímos depois de andar pelos 4 andares e já era hora de comer.

O almoço foi leve. Salada e pizza.

A chuva voltou a nos acompanhar e entramos num ônibus para qualquer lugar para sair do vento e fugir da chuva, se isso fosse possível...

Enganei todo mundo! Não era possível. E os dois fenômenos naturais continuaram a nos seguir.

Pra variar acabamos na Victoria Station e descobrimos que o Teatro Appolo, onde está em cartaz a peça “Wicked” estava fechado. Não tem espetáculo domingo.

Um doce para quem adivinhar para onde fui! Alguém? Piccadilly Circus! Bater perna é atividade padrão de turista.

Decidimos ir ao cinema. Filme escolhido: Thor, em 3D.

Perguntei quanto era o ingresso e ao ouvir a resposta foi quase um: “Vá EMBORA, não quero vc nesta sala de cinema!”. Caríssimo! Esta coisa chamada cinema, algo em torno de R$60,00 cada ingresso. Ok, você ganharia o óculos 3D mas só se fosse de ouro! (risos).

Descobrimos porque os teatros ficam cheios e tem sessão todos os dias, ou quase todos. O teatro custa 3x menos do que o cinema. Diferente de nossa realidade brasileira que é ao contrário. Teatro muito mais caro que cinema.

Era hora de retornar ao hotel e brincar de logística. Como guardar tudo que você usou, comprou, pegou como lembranças naquela mesma mala que vc fez no inicio da viagem.

Horas depois foi Possível fechar as malas. E agora tínhamos 4 malas (2 para despachar e 2 de mão) ao invés de 2 (para despachar) como no inicio...

Para fechar em grande estilo:

3 comentários:

Rafa disse...

AAAAAAAAHHHHHHHHHH!!!
Minha residência era na rua da loja da Ferrari!!! Passava em frente todos os dias para ir pra escola!!

Aeeeee, aprendeu: tube, not subway...kkkkk

"mind the gap", quase comprei uma camisa com esta expresão, mas teria q ficar explicando... :)

A troca da guarda é mto legal - eu achei - apesar do dia que fui estava frio, mas não chovendo, ao menos na hora da troca.

Estou impressionada, eu que fui no frio e vc quem pegou mta chuva..

Adorei reviver meus dias de londrina com sua viagem.

Aguardo os posts das outras cidades!!

Bavte se a dobrou cestu ("Divirta-se e boa viagem" - gastei o tcheco q não tenho.. by google)

Meus pensamentos......Minhas ideias.... disse...

vou precisar comentar! vc falando tcheco comigo foi o maximo!!!
Aqui tatudo de bom!
eu acho engraçado eles falam e eu fico com cara de bobo... rsrs

Rafa disse...

o que o google translator não faz?!? kkkkkkkk
deve ser muito engraçado eles falando...